Dicas para criar jogos indie na perspectiva de profissionais do mercado de marketing e PR

Criar jogos indie sem ter um público definido e sem princípios de marketing envolvidos no design podem dificultar o caminho para o sucesso

Criar jogos é uma tarefa permeada por diversos imprevistos, principalmente para desenvolvedores com pouca experiência. No entanto, considerando que a tecnologia impacta cada vez mais a vida das pessoas,  temos como consequência a mudança nos comportamentos sociais.

Se os comportamentos mudam, são necessárias novas estratégias para alcançar o público. Nesse cenário, quais dicas os profissionais de marketing e public relationships (PR) que já presenciaram diversas transformações no mercado atuando em grandes empresas de jogos poderiam fornecer a desenvolvedores iniciantes?

O texto de hoje é uma tradução parcial e um recorte do post Games Marketing Trends 2017 no qual Katie Steges entrevistou quatro profissionais de marketing e PR com vasta experiência de mercado e eles deram algumas dicas para quem está adentrando ao mercado de jogos.

Os entrevistados foram (da esquerda para a direita):

Painel com os entrevistados Brittany, Thomas, Katy e Dana

 

O que os estúdios de jogos indie podem fazer para competir no mercado de games?

Todos os nossos especialistas tinham bons conselhos para marketing de jogos com um orçamento apertado.

Dana disse que o desenvolvedor deve concentrar sua atenção na “experiência do jogar” (game feel), em vez de focar unicamente nos recursos técnicos a serem utilizados como a engine a ser escolhida ou o estilo artístico a ser seguido. “Tente pensar sobre as coisas ‘delicadas’ que vão além das características e realmente tornam o jogo especial”.

Vídeo sobre Game Feel palestrado na GDC 2015 por Nicolae Berbece

Ela ainda completa: “Como você quer que os jogadores se sintam enquanto jogam? Qual foi a sua motivação primária para criar este jogo? Estas são coisas que realmente devem ajudar a orientar o contexto de como você fala sobre o seu jogo e eu acredito ser o mais importante. Depois de descobrir como falar sobre o seu jogo de uma maneira que você se sinta bem, seja coerente com ele. Se suas mensagens forem consistentes, é mais provável que seu público se lembre delas.”

Falando do público, Katy recomendou desenvolver uma compreensão mais profunda de quem eles são. “Aproveite o tempo para realmente conhecer o seu público“, enfatizou. “Entenda profundamente, não foque naquilo que você quer que seja – essa é uma distinção importante – e demonstre o valor do seu produto para os jogadores. O pensamento quase que popular ‘construa e os jogadores virão’ simplesmente não funciona nos dias de hoje. Uma vez que o desenvolvedor saiba quem é o seu público e tenha definido como quer que ele se sinta, é plausível que comece a utilizar princípios básicos de marketing. “Consiga um bom trailer de até um minuto e uma frase de impacto que explique por que seu jogo é especial. Essas são as duas primeiras coisas em que eu focaria minha energia ”.

Com essas ferramentas, você pode começar a transformar um público em potencial em uma comunidade real. Afinal, “Todo produto precisa de uma comunidade para apoiá-lo”, disse Brittany.

Vídeo sobre os desafios de trabalhar como gerente de comunidade produzido pelo canal Extra Credits

Saiba quem é o seu público e em seguida saia para construir relacionamentos com micro-influenciadores que podem realmente impulsionar a consciência do seu jogo para frente. Isso pode ser feito com pouco ou nenhum investimento monetário, mas precisa de um pouco de esforço. Seu produto possui valor e você ficaria surpreso com quantas pessoas estariam dispostas a formar parcerias. ”

Por fim, eles apresentam uma lista com dicas para nos ajudar.

  • Comece o seu marketing cedo, de preferência incorporando-o ao seu design inicial.
  • Pense bem em quem serão seus jogadores e tome decisões com base nisso.
  • Entenda os sentimentos que seu jogo gera nos jogadores e use isso para guiar sua mensagem.
  • Descubra o que torna o seu jogo único e como comunicar essa singularidade aos outros.
  • Invista tempo e energia para cultivar relacionamentos com influenciadores que se alinham à sua marca.
  • Construa uma base sólida antes de começar: um resumo forte de uma linha, um argumento de venda de um parágrafo que realmente chega ao coração do seu jogo e um conjunto de palavras-chave e frases.
  • Use mensagens consistentes para criar uma imagem coesa do seu jogo nas mentes dos consumidores.
  • Segmente sua comunicação com o maior rigor possível usando todos os dados que você tiver em mãos. (Tentar apresentar o seu jogo as pessoas que não gostam dele é sempre um desperdício do seu tempo e do delas.)

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *