Desmistificando mitos: Existe marketing de jogos indie a custo 0?

Acreditar que o marketing de jogos se resume a ações publicitárias é menosprezar uma área que pode ser responsável por um terço das chances de sucesso de um desenvolvedor indie.

Desenvolver jogos é o sonho de muitos jovens.

A possibilidade de criar seu próprio universo, ditar regras e transformar tudo o que está em sua cabeça em realidade é algo que, muitas vezes, leva vários estudantes a cursos ligados ao desenvolvimento de games.

Por outro lado, durante a graduação percebemos que a realidade é muito mais complexa do que o que imaginamos.

Fazer um simples efeito visual envolve linhas extensas de código, balancear uma mecânica envolve uma infinidade de variáveis e o trabalho de criar um jogo vai muito além da nossa visão inicial.

Como se não bastasse tantos elementos, quando entramos no mercado percebemos que tudo que aprendemos na graduação parece pouco.

Nesse momento é possível que você se pergunte: mas a faculdade me ensinou como fazer um game, isso não é tudo que preciso para desenvolver um bom jogo?

A resposta, na maioria das vezes, é não.

Ao entrar no mercado você perceberá que precisa conhecer um outro mundo, o dos negócios.

Entenderá também que criar jogos é ir muito além do que fazer algo que você quer jogar.

No meio dessas várias descobertas, você compreenderá que fazer jogos é trabalhar com marketing.

Nessa hora, outras dúvidas aparecerão. O que é marketing? Como faço marketing de um jogo? Preciso apenas fazer uma campanha nas redes sociais para vender meu jogo, não é verdade?

A primeira opção (normalmente) é recorrer ao bom e velho amigo Google.

No meio de vários sites, alguns despertarão mais interesse do que outros.

Possivelmente, aqueles que dizem “dicas infalíveis para fazer o marketing do seu jogo sem gastar dinheiro” serão suas primeiras opções.

Mas será que é realmente possível fazer o marketing de jogos a custo 0?

 

O que é marketing?

Para iniciar uma discussão sobre a possibilidade ou não de desenvolver marketing de jogos a custo 0, primeiramente precisamos entender o que é marketing.

Para Philip Kotler, uma das maiores referências mundiais sobre o assunto,

Marketing é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro. Marketing identifica necessidades e desejos não realizados. Ele define, mede e quantifica o tamanho do mercado identificado e o potencial de lucro.

Mas o que significa criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado?

Estou desenvolvendo um jogo. Como vou entregar valor em algo que a pessoa irá se divertir?

Se essas questões surgiram em sua mente, precisamos respondê-las antes de dar o próximo passo.

Ao desenvolver um jogo, independente do gênero, plataforma, estética, etc., você deve ter em mente que todas as suas escolhas impactam diretamente na fantasia de alguém.

O seu papel (e/ou da sua equipe), independe da área que atuar, é o de comerciante.

Produzir um jogo é oferecer uma oportunidade ao cliente de vivenciar uma outra realidade, de sair dos desafios cotidianos para experimentar novos. Portanto, fazer jogos é desenvolver produtos.

Sendo assim, criar um plano com diversas estratégias de marketing para vender seu produto vai muito além da produção de posts patrocinados em redes sociais.

Um ponto que também deve ser esclarecido é que fazer posts patrocinados, produzir trailers irresistíveis, press release, não é marketing. O nome disso é campanha/ação publicitária.

Essas ações podem fazer parte de uma estratégia de marketing, mas marketing vai muito além disso.

Precisamos corrigir essa ideia errônea de que marketing de jogos se resume a ações específicas.

Desenvolvedores independentes de jogos são reconhecidos mundialmente por sua criatividade e inovação.

Devemos usar nossa criatividade dentro de uma estratégia de marketing para ficarmos mais próximos do sucesso.

Resumir marketing a ações pontuais é menosprezar uma área que pode ser responsável por um terço das chances de sucesso de um desenvolvedor indie.

 

Tipos de estratégias de marketing

Para traçarmos uma estratégia de marketing de jogos é necessário, antes de tudo, compreender que existem vários tipos.

Não se trata de uma ser melhor do que a outra, mas sim de qual funciona melhor para os seus “jogadores ideias”.

Algumas funcionam melhor em plataformas específicas, mas é muito comum fazer estratégias híbridas dependendo do seu objetivo.

 

Marketing Digital

É o que mais fazemos.

Divulgar nossos jogos em grupos, postar nas redes, etc.

É tudo aquilo que está dentro do ambiente online.

Podemos entendê-lo como a mãe das demais estratégias, no caso daqueles que produzem jogos digitais (independente da plataforma).

 

Data Driven Marketing

É um tipo de estratégia voltada a dados.

As decisões para tomada de decisões são feitas a partir da análise das coletas de informações dos usuários.

É uma das mais comuns em jogos mobile, uma vez que os jogos freemium funcionam como um serviço e estão em constantes atualizações.

Nessa estratégia, são feitos testes a/b que validam (ou não) a inserção de novas features para melhorar a retenção, tempo de sessão, etc. Podem ser utilizadas também na identificação de campanhas mais assertivas com os clientes.

Uma empresa que vem crescendo constantemente nos últimos anos e utiliza essa estratégia é a Cupcake Entertainment.

Se você produz seu jogo para pc e divulga seu jogo em redes sociais, é possível fazer diferentes tipos de anúncio e decidir qual o formato gera mais engajamento baseado nos dados obtidos através do facebook ads (entre outros).

Acredito que seja sinônimo do marketing de performance.

 

Marketing de conteúdo

Para a maioria que já ouviu sobre a necessidade de criar um dev blog, esse é o nome “formal” da estratégia.

Produzir conteúdo falando sobre o seu jogo é uma maneira de atrair jogadores e criar expectativas sobre o produto, além de fazer com que o game ganhe relevância na web.

É importante dizer que existem diversas questões a serem seguidas ao criar um dev blog.

Em breve trarei um detalhamento sobre o assunto, pois é um trabalho que requer dedicação e se você não compreender como funciona os mecanismos de busca, possivelmente estará desperdiçando seu tempo.

 

E-mail marketing

Você participa de vários eventos, pega o email dos interessados e envia materiais para os possíveis jogadores a fim de transformá-los em clientes.

Um diferencial nessa estratégia é segmentar os interessados por nível de interesse, formas de abordagem, etc., ao invés de enviar o mesmo email para todos.

É uma ferramenta essencial no Marketing Digital.

 

Social Media Marketing

Falou de facebook, twitter, instagram e todas as outras redes sociais? São nessas plataformas que ocorre a conversa com o cliente e isso faz parte do social media marketing.

Uma questão muito importante aqui é que muitas vezes não é viável trabalhar com todas, a não ser que você/sua equipe consiga administrá-las de maneira eficaz.

Isso é um erro muito comum para quem está dando os primeiros passos no mundo do marketing.

Cada rede necessita de um tipo de abordagem diferenciada e todas devem conversar entre si, além de possuir uma mesma identidade.

Caso sua equipe seja pequena, escolha a que é mais relevante para os “jogadores ideias”.

Tenha em mente que produzir conteúdo relevante para uma rede, é melhor do que produzir qualquer coisa para várias.

Fazer posts patrocinados, divulgar teasers em redes, etc., perpassam por essa estratégia.

 

Marketing de influência

Já imaginou um youtuber com milhões de seguidores gravando um gameplay do seu jogo?

Essa estratégia é o marketing de influência.

Ao utilizar a influência de alguém, você busca vender o seu produto.

Muitas vezes é uma estratégia bem cara e por isso muitos estúdios utilizam um PR (profissional responsável pelo contato com a imprensa).

Para não nos estendermos, esses são exemplos de algumas estratégias (em meio a dezenas de outras).

A maioria dos desenvolvedores independentes realiza ações que estão dentro dessas estratégias com o objetivo de vendas.

O que ocorre em grande parte dos casos é que, ao não elaborar um conjunto de ações com um objetivo claro, aquelas que foram pontuais se perdem e não conseguem o resultado esperado.

 

Mas e o marketing a custo 0?

As estratégias anteriormente apresentadas podem vislumbrar a ideia de um marketing sem custo.

Todos nós podemos gerenciar uma página no facebook ou até mesmo produzir um trailer legal do nosso jogo, não é mesmo?

No entanto, os tempos vem mudando.

Em janeiro de 2018, o facebook (rede utilizada por muitos devs) anunciou uma mudança que pode impactar diretamente em uma das principais falhas dos desenvolvedores independentes: o desconhecimento dos “jogadores ideais”.

De acordo com Mark Zuckerberg,

“O mundo está ansioso e dividido, e o Facebook tem muito trabalho a fazer — seja protegendo nossa comunidade de abusos e ódio, defendendo-a contra a interferência de países ou assegurando que o tempo passado no Facebook é um tempo bem gasto.”

Na prática, ele afirma:

As primeiras mudanças que você perceberá serão no Feed de Notícias, em que você pode esperar ver mais seus amigos, família e grupos.

Na medida que rodarmos essas mudanças, você verá menos conteúdo público como posts de empresas, marcas e sites de notícias.

E o conteúdo público que você receberá seguirá os mesmos padrões — ele deve encorajar interações significativas entre as pessoas.”

O que isso muda para nós?

Precisamos saber o quanto antes como se comportam nossos “jogadores ideais”.

Isso impacta diretamente em saber quais os melhores canais para tentar uma divulgação do seu jogo.

Acreditar que é melhor enviar para todos do que enviar para alguns, na maioria dos casos (e a partir dessa mudança será ainda mais), é como atirar de olhos vendados. As chances de acertar o alvo são mínimas.

Estamos em uma época que precisamos de um público qualificado e disposto a gastar com conosco.

Isso reflete diretamente na resposta à pergunta de um marketing de jogos sem custo.

Se você consegue gerenciar uma página no facebook (e/ou em outras mídias sociais), produzir conteúdo relevante com periodicidade, produzir material para divulgação (press release, trailer, etc.) e ainda desenvolver seus jogos em uma equipe reduzida, as chances de um marketing de custo 0 são possíveis. É claro que para isso você não deverá considerar o tempo de trabalho e estudo investido nessas ações.

Por outro lado, lembre-se que ações pontuais não gerarão um resultado tão positivo quanto uma estratégia bem definida e você precisa se dedicar ao estudo de marketing como qualquer outra área do desenvolvimento.

 

Para fechar

Dizer que é possível fazer marketing de jogos a custo 0 é uma afirmação pretensiosa.

Contextualizando com a realidade da educação brasileira a respeito de marketing de jogos, temos um material limitado em nossa língua nativa e pouquíssimas fontes para recorrer.

Acreditar que existem dicas infalíveis para fazer estratégias de sucesso é mentira.

Marketing lida diretamente com pessoas e elas estão em constante transformação.

O que ontem não funcionou, hoje pode ser um estouro e te deixar milionário.

Além disso, o estudo de comportamento de jogadores é trabalhoso e não é possível virar expert do dia para a noite.

Dos poucos estúdios que possuem pessoas responsáveis para marketing no Brasil, a grande maioria aprendeu na tentativa e erro.

É nesse momento que acredito na importância desse blog.

Precisamos compartilhar conhecimento para juntos descobrirmos como criar estratégias de marketing criativas para divulgarmos nossos jogos, tanto aqui quanto no exterior.

Se uma indústria recente como a nossa já desperta a atenção do mundo, porque não podemos ser reconhecidos por ter uma forma única de conquistar nossos jogadores?

Se você gostou do conteúdo e deseja acompanhar as novidades, cadastre-se para receber tudo em primeira mão.

5 Comments

    1. Que EXCELENTE notícia Nerivaldo!! É muito gratificante saber que de alguma forma os textos ajudam a outros devs. Continue acompanhando. Qualquer dúvida, sinta-se a vontade para perguntar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *