Desmistificando mitos: é possível seu blog ser encontrado apenas escrevendo um dev log de um jogo indie?

Produzir um dev blog é uma estratégia trabalhosa e muitos desenvolvedores indies desperdiçam seu tempo quando não compreendem os mecanismos de busca.

A conversa sobre a possibilidade de realizar marketing de jogos a custo 0 é um assunto que gera muita discussão.

Dentre as várias “soluções” encontradas para divulgar seu jogo sem gastar um centavo, uma delas me chama muito a atenção: o dev blog.

Os motivos para sua utilização variam, mas como principais temos a criação de relevância na web e a atração de potenciais clientes/jogadores.

Em vez de exibir propagandas intrusivas na tela do usuário, você o conquista sutilmente através da produção de conteúdos relevantes.

De maneira prática, é muito mais interessante entrar em um blog que traga um material sobre os jogos e assuntos que tenham afinidade com você, do que receber uma propaganda inesperada.

Apesar de que produzir conteúdo pareça algo fácil, uma vez que podemos utilizar os assets do jogo para divulgá-lo, existem fatores que impactam diretamente na sua relevância no ambiente digital.

Nesse post pontuarei alguns itens que impactam diretamente na produção do seu conteúdo.

Vamos lá.

 

Você precisa ser encontrado

Já ouviu aquele ditado “quem não é visto não é lembrado”? Seria muito bom se no mundo digital isso fosse verdade. Por mais que seu jogo seja único e original, na web não é você quem dita as regras. O Google é “quem manda”. Sendo assim, é importante que um profissional que cria jogos e busca sobreviver disso, entenda como o maior mecanismo de busca do mundo funciona.

 

Pesquisa de atalho

Sabe aquele site/jogo que você procura, mas não lembra o endereço ou está com preguiça de digitar? É só abrir o navegador e escrever na barra de endereço. Nessa pesquisa, você ou seu jogador ideal, sabem exatamente o que querem e suas chances de mudar de ideia são mínimas.

Imagem exemplificando a pesquisa de atalho utilizando o site npcdomarketing como exemplo.

 

Pesquisa informal

Seu jogador busca por um novo jogo, mas não tem certeza do que ele quer. Por quê não pedir ajuda ao Google? A tendência aqui é que o usuário clique nos primeiros links e decida entre eles. Alguém vai além da terceira página quando procura algo?

Imagem com exemplo de busca utilizando as palavras “indie game fantasia”. Primeiro resultado, The Vagrant, 2017.

 

Pesquisa transacional ou de compra

Quero comprar um novo jogo, qual a melhor loja/serviço? Aqui o usuário/jogador tem definido o produto e, normalmente, procura por uma variação de preços e prazos. É valiosíssima para e-commerces.

Imagem com exemplo de busca utilizando as palavras “comprar overwatch ps4”. Ao lado direito, existe uma variação de preços entre os e-commerces.

 

Como o Google te acha?

Primeiramente, devemos lembrar que buscador traz dois resultados distintos: orgânicos (gratuitos) e pagos.

Os pagos funcionam através de leilões e as empresas pagam por esse espaço através da ferramenta do próprio Google chamada de Google Adwords.

Os orgânicos são definidos pelos algoritmos do buscador de acordo com o nível de relevância do conteúdo (sempre focando na perspectiva do usuário).

Mas como os algoritmos fazem essa seleção?

Você pode acreditar que o Google enxerga todos os sites de maneira similar, mas não é bem assim. Por trás desses complexos algoritmos, ele lê apenas textos e códigos. Logo, se você faz seu dev blog com screenshots maravilhosas e não descreve o que a imagem contém (alt text), o algoritmo ignora seu conteúdo. Em outras palavras, aquela dica de postar imagens em alta qualidade criando um material irresistível, não traz uma informação que talvez seja a mais importante: o uso do alt text.

Já imaginou quantos devs contam as novidades dos seus jogos, colocam várias imagens maravilhosas e o Google ignora tudo que está ali?

A ideia de que tudo está em torno de palavras é o primeiro passo, por outro lado isso não é sinônimo de usar palavras aleatórias. Existem outros fatores que você deve se preocupar na hora de criar seu blog de desenvolvimento.

 

Conhecendo o SEO

SEO é a abreviação de Search Engine Optimization (Otimização para mecanismos de busca). Resumidamente, é um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas na web que tem como objetivo alcançar bons rankings orgânicos gerando tráfego e autoridade para um site ou blog (Marketing de Conteúdo, 2015)

Pensando dessa forma, é notório que a quantidade de fatores que influenciam no SEO é vasta.

Com o objetivo de facilitar a compreensão, podemos dividi-las em diferentes áreas como: textos, imagens, fatores externos, entre outros.

Nesse esse post, selecionei alguns que considero mais importantes na área de texto.

 

SEO em textos

Você sabia que o tamanho do seu post influencia diretamente na sua relevância dentro da web?

A discussão por um tamanho ideal é polêmica, alguns estudos afirmam que dependendo da área trabalhada, a média de palavras chega a 2500 por texto. Outros alegam que entre 400 a 600 é suficiente.

Aprofundando um pouco mais, até a quantidade de palavras por linhas, o número de caracteres por frase, o posicionamento das palavras-chave, tudo pode influenciar na sua posição.

Infográfico com o tamanho ideal de suas postagens por redes sociais. Fonte: Rock Content (2014)

O debate é complexo, mas todos concordam que não existe receita mágica. Independente do tamanho do texto, seu jogador ideal/cliente deverá ficar satisfeito com o que você escreveu.

Para completar o assunto, trouxe alguns detalhes que merecem sua atenção.

 

Título interno

Sabe o título que apareceu no início desse post?

Provavelmente você não percebeu, mas ele é diferente do título aparecerá caso procure diretamente no Google. A função dele é despertar sua curiosidade, fazer uma promessa (que será respondida ao longo do texto) ou até mesmo apresentar motivos para você fazer a leitura.

 

Título externo

Caso você realize uma busca diretamente no Google sobre esse assunto (pesquisa informal), o título que encontrará será diferente do interno. Lá é mais objetivo, com uma quantidade de caracteres menor, pois o objetivo é te convencer a acessar o site.

Existem diversos plugins que te orientam com práticas para um bom SEO. Se você utiliza o wordpress, sugiro o Yoast SEO.

 

URL’s amigáveis

Quais as palavras que estão na sua barra de endereço? Elas são um fator importantíssimo no seu ranking de busca, além de trazer mais confiança a quem clica.  Normalmente, elas são curtas e contém as palavras-chave do post. Você entraria em um site com o link www.jogoX.com/AVis24zKA22swZvs? Provavelmente não.

 

Heading Tags

São os títulos e subtítulos que estruturam seu texto. 

Ao escrever um texto no google docs, você verá as seguintes opções para formação: texto normal, subtítulo, título 1 (ou heading tag 1 – H1), título 2 (ou heading tag 2 – H2), e assim sucessivamente.

Através deles, o Google identificará a hierarquia das informações do seu conteúdo.

 

Para fechar

Assim como qualquer conteúdo de trabalho, a estratégia de marketing de conteúdo é melindrosa e requer conhecimento em diferentes aspectos.

Fazer um dev blog está muito distante de fazer uma simples postagem por semana seguindo algumas dicas básicas.

Não existe uma receita certa e, na grande maioria das vezes, aprendemos através de testes.

O tema é extenso e está em constante transformação, portanto as palavras ditas aqui fazem parte de algo muito maior.

Por fim, o conteúdo apresentado nesse post foi inspirado em um texto do Renato Mesquita, diretor de marketing da Rock Content (uma das maiores produtoras de conteúdo do Brasil).

Se você tem interesse em mais informações ou dúvidas sobre como construir um dev blog de qualidade, deixe sua pergunta nos comentários!

Gostou do conteúdo e deseja acompanhar as novidades, cadastre-se para receber tudo em primeira mão.

2 Comments

  1. Muito bom o texto, Victor! De fato é importante se atentar aos detalhes e estratégias do marketing de conteúdo ao se fazer um dev blog. E claro, idealmente, não se perder muito no que queremos escrever sem olhar o que os jogadores e fãs do jogo querem saber.

    1. Exatamente. Muitos jogos bons não conseguem alcancem, pois não seguem algumas diretrizes básicas de SEO!! Devemos sempre estar atentos, obg pelo feedback.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *