Jogo indie possui hora certa para começar a ser divulgado nas redes sociais? (parte 1)

Na busca por visibilidade, muitos desenvolvedores indie não criam um planejamento consistente e perdem o engajamento dos jogadores ideais.

Perceber que o marketing é um grande aliado no sucesso de um jogo indie pode ser um diferencial para a sua equipe. Por outro lado, quanto mais estudamos sobre o assunto, mais dúvidas surgem.

Na busca por um caminho mais fácil (e rápido), tentamos encontrar uma fórmula mágica. Existe uma hora certa para começar a divulgação nas redes sociais de um jogo indie?

Refletindo acerca dessa questão, consegui pensar em uma resposta que se dá por etapas. Para facilitar a compreensão, esse texto será dividido em duas partes. Nesse momento, abordaremos a primeira delas.

Vamos lá!

#premiumGamesPc

Dê tempo ao tempo

Devido a transformação digital, diariamente, somos bombardeados por uma infinidade de novidades. Ao acostumarmos com esse ritmo de notícias, nossa mentalidade tende a mudar. Queremos mais, queremos rápido, queremos para ontem.

Essa nova percepção da vida, cada vez mais ágil e mutável, tende a nos transformar em pessoas impacientes. Queremos ter a ideia de 1 milhão de dólares e ela precisa ser agora! A busca incessante pela ideia genial, para muitos, virou uma síndrome.

Ademais, isso reflete diretamente na forma como desenvolvemos nossos gamesAs ideias surgem, os projetos começam e, em seguida, novas ideias surgem e novos projetos começam. Mas quantos projetos terminaram? Quais você colocou no mercado e teve um feedback real dos jogadores que imaginou? Um? Dois? Nenhum? E se você teve essa experiência, quanto tempo gastou para tê-la? Meses de desenvolvimento? Anos?

Esses questionamentos, me fizeram perceber um dos meus maiores desafios na hora de planejar a divulgação de um jogo indieO tempoEu nunca tive paciência em esperar um resultado. Infelizmente (ou felizmente), a vida e o mercado me mostraram o contrário. 

A partir dessa nova visão eu tracei metas e estratégias mais claras (sendo mais paciente). Durante o tempo em que as elaborava, continuei a estudar e aproveitar oportunidadesPor fim, percebi que tudo tem sua hora, inclusive a hora certa para lançar um produto.

 

Consistência

A percepção sobre o tempo sempre foi um desafio. Como se não bastasse esse obstáculo, ele me trouxe um outro problema.

Muitos de nós, ao criarmos jogos, produzimos uma grande variedade de projetos.

Quando analisamos aqueles desenvolvidos ao longo de um ano (finalizados ou não), podemos encontrar algumas semelhanças.

Para mim, uma passou a ser bem clara: a falta de consistência.

Diferentes mecânicas, personagens, públicos, temáticas.

Em um ano de trabalho, eu via uma variedade de ideias desconexas.

E o que isso tem a ver com marketing de jogos?

Pense comigo, os jogos produzidos por mim são destinados a você.

No primeiro trimestre do ano, eu lanço um shotter. Você ama. No segundo, lanço uma aventura solo. Você acha legal, mas não baixa. No terceiro, lanço um runner. A princípio parece estranho, mas como o primeiro jogo foi muito legal, você arrisca. No último, lanço um game em turno. Qual sua reação ao analisar um ano do meu trabalho?

Gif Rony Weasley confuso.

No mínimo, pensar que eu sou louco. Os jogos não possuem um padrão, cada um com uma arte diferente, mecânicas diferentes, etc. Além disso, você passou um ano sem saber o que esperar de mim.

Isso é péssimo!!!!!

Porque você acha que Bob Dylan não era programador? Porque durante anos ele viu no que ele era bom e focou naquilo. As pessoas então começaram a criar expectativas em relação a suas músicas e, quando lançadas, a maioria era um sucesso. 

Nada impede que você faça diversos tipos de jogos, mas se o objetivo é ter uma audiência fiel, é preciso ter consistênciaA partir de uma comunidade, você pode gerí-la e alavancar suas vendas.

É interessante dizer que a consistência pode se manifestar de diversas formas. Usar os mesmos personagens em diferentes mecânicas. Usar um estilo artístico único ou uma linguagem diferenciada. Focar em um gênero específico e ir sempre trabalhando nele.

Em resumo, no início você deve se preocupar em fixar o diferencial de seus jogos através da quantidade que lança, não na qualidade deles.

A qualidade vem da quantidade de vezes que você cria e lança projetos (em outro momento falaremos mais sobre essa questão).

Ao definir um eixo que servirá de referência para sua audiência, provavelmente ficará mais fácil fidelizá-la.

A justificativa está no fato deles saberem o que você trará de novo nos próximos games (seu diferencial).

 

Conteúdo tem fim

Se o tempo e a consistência foram grandes desafios, para mim, o conteúdo transformou-se em mais um.

É muito comum nos primeiros dias de projeto criarmos uma página nas redes sociais. Em seguida, divulgamos o material a medida que ele é produzido. 

Nessa trajetória, surgem imprevistos no desenvolvimento e as postagens desaparecem. Às vezes são por poucos dias, outras vezes por poucas semanas, se não dirá meses. Dessa forma, a frequência é muito variável e o engajamento é perdido.

Em outras palavras, alguns momentos temos muito conteúdo, em outros, nada. Qual o resultado disso para o jogador? Ele fica perdido em relação ao seu estágio do seu produto e, muitas vezes, esquece que ele existe (consistência, lembra?).

 

Para fechar

Definir uma hora certa para começar a divulgar um jogo indie é complexo. Cada suposto jogador ideal tem uma percepção diferente do seu contexto. No entanto, vejo alguns pontos que podem ser importantes para o sucesso na divulgação de um game premium.

  1. Espere alguns meses de desenvolvimento.
  2. Planeje seu conteúdo e os tipos de posts.
  3. Defina a frequência de postagem.
  4. Com base no tamanho do escopo, uma margem que pode ser interessante são 6 meses antes do lançamento.
  5. Nesses meses de divulgação, seja consistente.
  6. Crie expectativa no público e alimente-a.

Por fim, paciência. Falar é fácil, mas acredite, a hora chega para todos. No mais, faça projetos curtos e preste atenção no timingSó você poderá dizer o que consegue produzir e o que realmente engaja o seu público. 

2 Comments

  1. Boa análise, Victor. Concordo que é importante tomar cuidado com o quando e quanto se comunica sobre o seu jogo. Evitar encher de conteúdo ou ficar sem o mesmo, afinal, “controlar a hype” é algo bem importante. Com pouco, te esquecem. Com muito, você arrisca decepcionar seus fãs (No Man’s Sky feelings).

    1. Obg pelo feedback. Ficamos muito empolgados na hora de desenvolvedor e temos que ter cuidado para não prometer mais do que conseguimos entregar. É um perigo, ainda mais quando o hype é mal planejado ou sai do controle!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *